quinta-feira, 23 de outubro de 2008

Os católicos são idólatras?

DEVOÇÕES - IMAGENS
O culto pelas imagens, praticado na Igreja Católica, é antibíblico?

Por Anderson Pontes
Publicado originalmente em 27 de outubro de 2004
 
Apenas um pedaço de madeira ou um símbolo que provoca nossa fé? 
Fato 1: católico dentro de um templo católico prostrado diante de uma imagem (de algum santo ou do próprio Cristo), de joelhos, quem sabe num altar lateral. Enquanto isso, na nave central da igreja está o Santíssimo Sacramento.

Fato 2: protestante acusando católicos de serem idólatras pelo fato de se utilizarem de imagens sacras, representando Cristo ou algum dos santos. Este afirma que Deus proíbe de fazer imagens.

Ambos os casos ocorrem com muita frequência. E ambos estão errados em sua forma de proceder. É o que tentarei demonstrar neste artigo.

Sobre o primeiro fato, está errado porque católico que se preza não dá mais atenção a uma imagem do que ao Santíssimo Sacramento. Se Ele está no templo, então todas as imagens ficam em segundo plano, por se tratar de simbolismos, enquanto que o Santíssimo Sacramento é o próprio Cristo [conforme demonstrado no primeiro artigo desta série]. É como se o namorado deixasse de ir visitar a namorada para ficar em casa, admirando uma foto dela. Não tem sentido algum!

O segundo caso é mais complexo, e é onde nos deteremos mais. Pra entendermos melhor, vamos nos utilizar dos principais argumentos e recursos bíblicos utilizados pelos que acusam os católicos.

Vamos começar pelo mandamento que o Senhor fez 1200 anos antes de se fazer carne e habitar entre nós, como Cristo:
"Não terás outros deuses diante de mim. Não farás para ti imagem esculpida de nada que se assemelhe ao que existe lá em cima nos céus, ou embaixo na terra, ou nas águas que estão debaixo da terra. Não te prostrarás diante desses deuses e não os servirás, porque eu, o Senhor, teu Deus, sou um Deus ciumento" (Ex 20,3ss).
Em todo este contexto, percebemos que "imagem" está referindo-se diretamente a "ídolos". Outros deuses = imagem esculpida. E que só neste sentido implica no pecado da idolatria.

O alerta do Senhor justifica-se logo em seguida. O povo sentia a ausência de Moisés, que havia subido ao monte Sinai para encontrar-se com Deus e receber as tábuas da aliança que continham os dez mandamentos. Por causa desta demora, o povo, que era cabeça dura, procedeu da seguinte forma:
"Todo o povo tirou das orelhas os brincos e os trouxeram a Aarão. Este recebeu o ouro das suas mãos, o fez fundir em um molde e fabricou com ele uma estátua de bezerro. Então exclamaram: 'Este é o teu Deus, ó Israel, o que te fez subir da terra do Egito'. Quando Aarão viu isto, edificou um altar diante da estátua" (Ex 32,3ss).
Neste exemplo, está claro que a imagem construída realmente busca substituir o próprio Deus na fé das pessoas. Entretanto, não podemos generalizar que todas as imagens são utilizadas como ídolos. Senão, não poderemos mais utilizar fotografias ou pinturas para qualquer finalidade que seja, sob risco de estarmos desobedecendo a Deus.

Mas há algumas passagens bíblicas que os acusadores da fé católica esquecem de citar, poucos capítulos depois do primeiro mandamento. É um novo mandamento, que aparentemente contradiz o anterior:
"Farás dois querubins de ouro, de ouro batido os farás, nas duas extremidades do propiciatório; faze-me um dos querubins numa extremidade e o outro na outra: farás os querubins formando um só corpo com o propiciatório, nas duas extremidades. Os querubins terão as asas estendidas, para cima e protegerão o propiciatório com suas asas, um voltado para o outro. As faces dos querubins estarão voltadas para o propiciatório. Porás o propiciatório em cima da arca; e dentro dela porás o Testemunho que te darei. Ali virei a ti, e, de cima do propiciatório, do meio dos querubins que estão sobre a arca do Testemunho, falarei contigo acerca de tudo o que eu te ordenar para os israelitas" (Ex 25,18-22).
Como podemos perceber, agora Deus manda construir imagens. Isto se dá pouco depois de ter proibido que se fizesse imagens do que quer que fosse. Desta vez, ele manda que construa imagens que auxiliarão no culto a Ele, sem risco de substituí-lo, e não parece que isso viesse a ser coisa sem importância, pois são citadas várias vezes, fazendo parte da exigência de como Ele quis que fossem construídas. Depois disto tudo, parece seguro concluir que o que Deus proíbe de fazer não são imagens em geral, mas ídolos que sejam adorados, não como meios que levem a Ele, mas como fins, substituindo-o.

Outra passagem bíblica muito citada está nos salmos 115 e 135, com as mesmas palavras:
"Os ídolos deles são prata e ouro, obra de mãos humanas: têm boca, mas não falam; têm olhos mas não vêem; têm ouvidos, mas não ouvem; têm nariz, mas não cheiram; têm mãos, mas não tocam; têm pés, mas não andam; não há um murmúrio em sua garganta" (Sl 115,4-7).
Os que utilizam esta mensagem para criticar aos católicos, deveriam criticar também aqueles que obedeceram o Senhor e construíram a arca da aliança com imagens de querubins. Será que Deus não sabia que aqueles querubins não poderiam voar?

Há ainda um outro momento na Antiga Aliança que deve nos fazer refletir melhor sobre o papel das imagens no culto cristão: a serpente de bronze. O povo de Deus, libertado do Egito, estava em peregrinação por longo tempo, e praguejava contra Deus. Como castigo, Deus enviou serpentes fatais que fizeram que muitos perecessem. O povo se arrependeu e pediu perdão. Deus, então, disse a Moisés:
" 'Faze uma serpente abrasadora e coloca-a em uma haste. Todo aquele que for mordido e a contemplar viverá'. Moisés, portanto, fez uma serpente de bronze e a colocou em uma haste; se alguém era mordido por uma serpente, contemplava a serpente de bronze e vivia" (Nm 21,8s).
No Evangelho segundo São João há uma citação deste episódio, comparando-o com o sacrifício de Cristo:
"Como Moisés levantou a serpente no deserto, assim é necessário que seja levantado o Filho do Homem, a fim de que todo aquele que crer tenha nele vida eterna" (Jo 3,13s).
A serpente de bronze, por si só, certamente não tinha poder algum. Era Deus que fazia uso daquela imagem para suscitar a cura naqueles homens. Através da contemplação daquele mistério, o homem motivava-se, alimentava sua fé. A visão, assim como todos os sentidos do homem, faz parte da adoração completa que o Senhor pede aos seus filhos:
"Amarás o Senhor teu Deus com todo o teu coração, com toda a tua alma, e com toda a tua força" (Dt 6,5).
Os que respeitam uma bandeira não têm o respeito em si pelo pano trabalhado. Os que olham para uma fotografia com entes queridos não vêem apenas um pedaço de papel. Da mesma forma, os que olham para uma cruz e contemplam um sacrifício, não vêem a madeira esculpida, mas trazem à mente o tudo aquilo que já ouviram falar ou leram a respeito do Cristo.

É difícil imaginar, mas há pessoas ainda hoje que são analfabetas, e portanto não podem ler as Sagradas Escrituras. Desta forma, não teriam acesso se alguém não lhes contassem, e torna-se então de grande importância as imagens. E mesmo para os que sabem ler, muitas vezes sentem a força de uma imagem que resuma tudo o que leram.

Recentemente foi exibida a superprodução "A Paixão de Cristo", filme de Mel Gibson que narra as últimas hora da vida de Cristo antes de seu sacrifício. Mesmo para os que já leram repetidas vezes esta narração nos Evangelhos, com certeza foi um momento de grande emoção visualizar a reprodução daquelas cenas. Neste sentido, as imagens não substituem as Escrituras, mas podem colaborar com elas.

Será que há quem acuse todos os que foram ver o filme de idólatras por terem passado duas horas de intensa emoção diante de imagens que falavam, andavam...?

5 comentários:

daubart douglas disse...

OLHA SÓ CARA OS QUERUBINS QUE O SENHOR MANDOU FAZER, NÃO FOI PARA QUE,OS SEUS SERVOS SE PROSTASSEM DIANTE DELE NÃO OK,EU JÁ FUI CATÓLICO MAIS DEPOIS DE UM TEMPO O SENHOR MIN MOSTROU O MEU LUGAR E ENFELIZMENTE MIN MOSTROU QUE NA IGREJA CATÓLICA '' NÃO TODOS MAIS ENFELIZMENTE EXISTE MUITA IDÓLATRIA,MAIS NÃO QUERO JUGAR NINGUÉM,APENAS ESTOU COMENTANDO UQUE EU ACHO OK AMADO? QUE DEUS O ABENÇÕE E ABRA O SEU ENTENDIMENTO CADA VES MAIIS.. DAUBART DOUGLAS RECIFE PE. JESUS CRISTO O UNICO DIGNO DE TODO LOUVOR, TODA GLÓRIA E TODA A ADORAÇÃO.. PAZ !

Rafael Silva disse...

Olha, primeiramente quero dizer que você nunca foi católico, pois ninguém que tenha cabeça no lugar poderia mudar tal forma de pensamento radicalmente desta forma. Quero dizer também pra você não se prender ao que protestantes, ignorantes, lhe dizem, procure informação, pois a mesma está aberta a todos. Procure saber como surgiu o protestantismo e como foi criada a sua bíblia, para depois sim, ter embasamento para fazer um comentário de tal forma, preconceituoso na minha opinião. Deus está dentro de cada um, não dentro da religião ou nas igrejas, ditos como templos por protestantes. A fé, é simplesmente ter amor ao próximo e viver a caridade, coisa que muitos não conseguem assimilar. Ao invés de se aprender a viver na caridade, o que se aprende nos templos protestantes, na sua grande maioria, é a teologia da prosperidade, então, os fieis só estão ali para ter algo em troca, ou por terem feito muita besteira na vida e temendo ao castigo, buscam a fé por medo de Deus. Quer dizer que Deus só toca quando as pessoas frenquentam à sua igreja, né?! O resto é parte integrante do mal, é isso?! O melhor que você tem a fazer é estudar e se informar. E também aprender a escrever, por que como os pastores, sugadores de dinheiro, que andam falando besteiras por aí e ludibriando a população mentalmente desprovida, você também precisa de um pouco mais de cultura, principalmente o português.

Fiquem na Paz!!!

Abraço...

lucas ;) disse...

Amigo,sinto em te dizer mas você foi muito infeliz nas suas colocações..

em primeiro lugar me considero ''protestante''e ignorante no caso seria você por falar que a bíblia dos ''protestantes'' teria outra origem.. que é mentira por é a mesma! a unica diferença é que a bíblia dos católicos tem alguns livros a mais!! justamente esses condenando a idolatria..

e é claro que a muitas igrejas protestantes sujas só preocupadas em lucrar..
mas você fala *todas,é ignorância da sua parte!
olha cabe a ti! ver oque ta certo e oque ta errado.. meu amigo não tem como ser ''enganado'' pois as escrituras estão ali pra todos! só é enganado quem não lee a bíblia
e se não lee duvido muito que tenha uma comunhão com o espirito santo pois ler a bíblia é consequência disso...

Agora,sobre as igrejas católicas..
são um povo idolatra sim! não tente mentir,esconder porque eu não sou idiota! da mesma forma como os pastores roubam dinheiro (não generalizando) a igreja é podre,suja por idolatria!!
(Êxodo 20:3-5)

(Êxodo 20:3-5) - Não Adorar Imagens

3- Não terás outros deuses diante de mim.
4- Não farás para ti imagem de escultura, nem alguma semelhança do que há em cima nos céus, nem em baixo na terra, nem em nas águas de baixo da terra.
5- Nem te encurvarás a elas nem as servirás: porque eu, o Senhor teu Deus zeloso, que visito a maldade dos pais nos filhos até à terceira e quarta geração daqueles que me aborrecem.


O ÚNICO CAMINHO É JESUS!

Anônimo disse...

Tanto católico quanto evangélico são idolatras , só muda o tipo de idolatria .O brasil é um pais cristão mas as coisas nunca mudam porque os ditos cristão não fazem nada .Deveriam ser um exemplo para que todos seguisem , mas ficam discutindo besteira ao invés de ser eles mesmos a mudança.

Daniel Amaral disse...

Sinceramente, se nós cristãos fossemos unidos, poderiamos grandes coisas através do Espirito Santo.Com tanta coisa diabólica por ai como o crescimento da igreja satanista, macumba, a TV defendendo os homossexuais e a feitiçaria tentando nos fazer acreditar que isso é normal, Violencia em alta. . . Enfim, se vcs protestantes usassem essa ferocidade que usam contra nós pra converter as pessoas pra Cristo quem sabe não melhorava alguma coisa? Claro que também tem católicos que chamam a religião de vcs de seita ou coisas do tipo, mas oque aprendemos em nossas catequeses é honrar o principal mandamento de Deus: Amai-vos uns aos outros como a ti mesmo. Coisa que vcs parecem não saberem fazer.